Quando minha vida e a sua criaram a “nossa”

destque

Dia desses parei pra pensar em como é louca essa história de incluir, quase que automaticamente, outra pessoa em cada um nos nossos sonhos e planos particulares.

É maluco, porém delicioso, saber que a cada meta alcançada existe alguém ali, na linha de chegada vibrando junto, mas também que a dificuldade de um obstáculo SEU é sentida a DOIS.

Isso tem força, tem valor!

Veja bem, não estou aqui falando da perda do individualismo ou de deixar que os momentos que são só seus ou só dele, caiam no esquecimento.

Eu tô falando da energia de uma terceira vida que passa a existir, a “nossa”.

Vida essa que torna tudo mais leve, que faz tudo ter ainda mais sentido!

Vida essa, que faz com que os horizontes sejam duplicados, que eu, ou você enxerguemos muito além do que achávamos que podíamos.

Vida essa que fez com que eu percebesse cada vez mais trejeitos dele em mim, e meus gostos particularmente estranhos nele.

Foi a partir dessa vida nova, a nossa vida a dois, que passar um café de manhã já vem automaticamente em duas xícaras, que escolher um programa na tv, um filme no netflix ou um lugar novo pra jantar ficou mais difícil (afinal, continuamos sendo duas pessoas diferentes, com gostos diferentes) mas incrivelmente mais interessante! (devo contar a vocês que juntos, nós nunca erramos na escolha dessas coisas!)  que o vinho que eu divido com ele é mais gostoso e a cerveja no bar com os amigos também.

Dia desses, uma pequena vitória minha me fez ver ele falando que “morria de orgulho de mim” pela centésima vez, e não tenham dúvidas… essa vitória triplicou de tamanho!

A vida anda corrida, o mundo anda maluco demais, mas em tempos como os de hoje ver a felicidade do outro com a sua felicidade…. é o que nós chamamos de coração inflado, cheio de amor!

Encontrar o equilíbrio entre corpo, mente e coração e ser o equilíbrio de alguém é daquelas grandezas que quando acontecem mudam nossa vida!

Comentários

comentarios